Capitão Leitão, ou melhor, Comandante Leitão

Por Gerson Lopes

O chef português Cristovão Laruça já brilha algum tempo com o seu restaurante da terrinha aqui em BH – o Caravelas – e agora nos brinda com a casa Capitão Leitão, em parceria com o conhecido empresário mineiro José Maria Carvalho, que há muitos anos representa em MG a importadora Mistral. Clima de boteco-restaurante no aprazível bairro de Santa Tereza.

Lá o leitão é assado de maneira tradicional como são na Bairrada: forno a lenha, leitões pequenos (mais ou menos 6kg), temperados apenas com sal, pimenta branca, alho e banha. Ele chega à mesa com a pele crocante “vitrificada”, e constatamos isso ao nos deliciarmos com o “Leitão à Bairrada”.

O menu degustação é composto de sete petiscos, dois pratos e sobremesa, em uma sequência deliciosa. Acho que indo à primeira vez vale pedi-lo (99 reais/individual) pois poderá saborear o leitão de maneiras diversas. Inicialmente chegam três das deliciosas entradas: “Escabeche de Leitão com gel de laranja”, “Crocante com estufado de Cogumelos em redução de Leitão” e o “Craker de arroz negro e xará de Leitão”.

A seguir vêm mais quatro entradas, diga-se de passagem, muito gostosas: “Espuma de cabidela, amêndoas e avelãs torradas”, o “Bao de Leitão” (sanduíche de pão no vapor com terrine de leitão crocante e picles de cebola roxa), o melhor em minha opinião entre as entradinhas muito boas, o “Ovinho Surpresa”, e finalmente a “Rapa de Arroz de Leitão”, mais um que tem “gosto de quero mais”.

Antes do Leitão à Bairrada, outro apetitoso prato – “Mexilhões com arroz do chiqueirinho” . E uma sobremesa de “comer de joelhos”, tipo franco-portuguesa-brasileira: “Tarte Tatin de pêra portuguesa e sorvete de Cumaru”.

Depois de encantar-me com o que foi servido, só me restava majorar a patente da casa de capitão para comandante Leitão.

Muitas opções de drinks originais e uma fantástica carta de vinhos, e o que é melhor, com excelentes preços. Pensou em um excelente espumante ou branco bairradino? Ou em um ótimo tinto também da região? A casa tem em suas opções estes e muito mais. Que tal um bom Porto ou Moscatel? Pode pedir que eles têm.

Aos dois proprietários, chef Cristovão e Carvalho, o reconhecimento por trazerem a Bairrada até a gente. Me fez lembrar de um dos melhores restaurantes da Bairrada, o Mugasa em Fogueira, Sangalhos.

Diria como na terrinha: Quero cá voltar! Vá também, porém, não se esqueça de fazer reserva – (31 – 3024 8764) (Rua Silvianópolis 364/ Bairro Santa Tereza/BH)

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close
INSTAGRAM
Latest Travel Blog
Close

Pisando em Uvas

Explore o universo do Vinho

© 2019 Pisando Em Uvas. Desenvolvido por DForte
Close