Omotebako, a delicadeza japonesa em tempos de covid

Nem só de má notícias se vive na pandemia. Há também ar novo, mesmo no confinamento.

Há poucas semanas, o chef Tadashi Shiraishi criou o Omotebako (https://www.instagram.com/omotebako/?hl=pt-br), um novo jeito de oferecer comida japonesa, ternura e toque do chef sob os novos padrões sanitários que estão deixando bares e restaurantes às moscas.

Em alguns dias e horários da semana, ele oferece sushis preparados com rigor e precisão para um grupo de clientes que faz reserva antecipadamente (em alguns casos é preciso reservar com mais de um mês de antecedência). Aqui não entram cream cheese ou frutas de verão, nem o cardápio é conhecido previamente, tudo depende do que os mares ou oceanos oferecem naqueles dias em que se preparam os pedidos.

Há cuidados artesanais. O shoyo e o arroz são capítulos à parte. Feitos sob medida. Aliás, não será difícil se, ao se colocar na boca os grãos de arroz, se exclamar que é a primeira vez que se come um arroz com essa textura e esse preparo.

A maioria dos peixes vem da costa brasileira, com algumas  exceções, como as  vieiras canadenses. O pedido vem em caixas “Jubako” e embrulhado com um lenço furoshiki, do mesmo jeito que se faz no Japão. Com o seu primeiro pedido, ganha-se um kit com hashi, descanso de hashi, cerâmica para o shoyu e um vidrinho de shoyu. A caixa, acessórios originais e o lenço, são retornáveis e devem ser entregues para um motorista no início da semana subsequente do pedido.

Omotebako é uma experiência diferenciada em um momento desafiador em que a Covid-19 criou novos paradigmas. Uma imagem, ou melhor, um video vale mais do que mil palavras. Acesse o canal youtube caso o vídeo não tenha boa visualização, obrigada.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close
INSTAGRAM
Latest Travel Blog
Close

Pisando em Uvas

Explore o universo do Vinho

© 2019 Pisando Em Uvas. Desenvolvido por DForte
Close