Botrytis cinerea: Vinho à Nós a Vossa Arte

 

 

O fotógrafo norte-americano Peter Lippmann captura imagens de grande formato, numa série que intitula “Noble Rot”. Tal como nos vinhedos, Lippmann procura nas suas fotografias deter o foco em cada bago destas uvas castigadas pelo fungo Botrytis cinérea.

 

 

Sob as condições ideais de clima úmido, seco e soalheiro à tarde, a uva sujeita à presença de um fungo chamado Botrytis cinerea, desenvolve a denominada Podridão Nobre. Isto por oposição à Podridão Cinzenta, provocada pelo mesmo fungo, mas que, a si, não chama nenhuma nobreza. Pelo contrário decompõe a uva e inviabiliza a sua utilização.

 

Peter registra através desse projeto um dos nossos maiores medos, a decadência física. No caso vertente demonstrando que a decrepitude é um caminho para um momento maior, quando as uvas se tornam vinhos que perduram no tempo.

 

 

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close
INSTAGRAM
Latest Travel Blog
Close

Pisando em Uvas

Explore o universo do Vinho

© 2019 Pisando Em Uvas. Desenvolvido por DForte
Close